Este Portal é uma iniciativa do Sinaenco, não tendo qualquer ligação com a Fifa e suas atividades
bullet Notícias

Ritmo lento de obras da Arena da Baixada não preocupa Atlético-PR

Clube promete entregar estacionamento até final do ano, mas obras engatinham

Terraplanagem de estacionamento anexo à Arena da Baixada (crédito: Divulgação)
Tamanho da letra
Júlio César Lima - Curitiba
postado em 21/10/2011 16:57 h
atualizado em 21/10/2011 17:14 h

Quem acompanha de perto as obras da Arena da Baixada para a Copa não imagina que a movimentação de tratores e operários começou há apenas duas semanas. O ritmo dos trabalhos é lento. Uma contradição com o discurso do Atlético Paranaense, dono do estádio, de que o estacionamento e a sala de imprensa serão inaugurados até o final do ano.

A expansão da casa atleticana está mais que atrasada. As obras deveriam ter começado em 2010, mas o clube demorou a definir o modelo de financiamento. O imbróglio acabou tirando Curitiba da Copa das Confederações, evento que testa a infraestrutura para o Mundial.

O anúncio foi feito ontem pela Fifa, em Zurique. Ao lado de Manaus, Natal e Cuiabá, a capital paranaense ficou com o menor número de jogos na Copa de 2014, apenas quatro partidas da fase de grupos.

Um dos motivos para a participação modesta é que até hoje não há definição exata de onde virão os R$ 183 milhões para adequar a Arena da Baixada às exigências da Fifa. O clube se propõe a bancar R$ 45 milhões, e poderá captar outros R$ 120 milhões com a venda de títulos de potencial construtivo referentes ao terreno do estádio.

Resta fechar a conta, e o mais provável é que o governo do estado tenha que colocar a mão no bolso para completar a quantia.
A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou no ano passado a liberação de recursos do Fundo de Desenvolvimento do Estado (FDE), cerca de R$ 40 milhões, que comporiam a totalidade de verbas.

Os R$ 45 milhões a serem investidos pelo Atlético serão financiados pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Como a estatal não faz negócios com clubes de futebol, a Agência de Fomento do Paraná terá que entrar como intermediária. Mas a instituição ainda não sinalizou com prazos para o início dos repasses, que terão a própria Arena da Baixada como garantia.

Para conseguir esse empréstimo, o ex-presidente do clube, Mário Celso Petraglia, criou uma empresa, a CAP/SA. Petraglia, aliás, foi escolhido pelo Conselho Deliberativo do clube para tocar a reforma do estádio, mas até o momento não realizou sequer uma reunião com a Agência para discutir detalhes do empréstimo.

Obra
Para complicar ainda mais a situação, o Atlético Paranaense enfrenta ameaça de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Para não atrapalhar a trajetória do time, a diretoria resolveu manter a Arena da Baixada aberta até o final do ano, o que pode atrasar ainda mais a reforma.

As obras que começaram em 4 de outubro são feitas em terreno anexo ao estádio, sem demandar interdição. A fase ainda é de terraplanagem.

Quando o estádio for fechado, será construído novo lance de arquibancada no setor oeste, completando o anel superior. No entanto, todos os setores de arquibancadas sofrerão algum tipo de intervenção.

Além disso, dois poços de elevadores serão removidos e uma nova cobertura, esta integral, será erguida. O arquiteto da Arena, Carlos Arcos, estima que as obras levem 16 meses para terminar.

Desapropriações
Além das obras do estádio, na próxima semana, os moradores e comerciantes da região devem começar a receber as visitas de representantes da prefeitura para avaliações dos imóveis que deverão ser desapropriados.

Ainda não há previsão de valores a serem repassados, mas o município e o Atlético devem chegar a um acordo sobre a responsabilidade de cada um nessa etapa das obras.





 
nosso time
realização
Sinaenco - Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva
tecnologia e criação
XY2 | Agência Digital
hosting
Telium Networks
segurança da informação
LSI TEC - Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico
 
patrocínio
Gerdau
 
apoio
ArcelorMittal
 
Resolução Mínima de 1024x768 - © Copyright 2009 portal2014.org.br Todos os direitos reservados.