Este Portal é uma iniciativa do Sinaenco, não tendo qualquer ligação com a Fifa e suas atividades
bullet Notícias

Obras nos aeroportos de Cuiabá e Campinas devem começar até janeiro

Infraero começa projeto básico do Marechal Rondon e lança edital para obras em Viracopos

Em 2010, cinco milhões de passageiros passaram por Viracopos (crédito: Arquivo)
Tamanho da letra
Da redação - São Paulo
postado em 31/01/2011 17:59 h
atualizado em 31/01/2011 18:19 h

A Infraero divulgou na última sexta-feira (28) o início da elaboração dos projetos básico das obras de ampliação do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, e o lançamento do edital das obras de ampliação e construção dos terminais de Viracopos, em Campinas-SP.

A expectativa da estatal é que o projeto do aeroporto de Cuiabá seja concluído até setembro deste ano. Depois, será iniciado o processo licitatório para a contratação da empresa responsável pela obra. A reforma do aeroporto deve começar em janeiro de 2012, segundo prazo divulgado em maio do ano passado pela Infraero.

De acordo com cronograma da empresa divulgado em março último, no entanto, a obra já está atrasada. O início estava previsto para dezembro de 2009. A data de conclusão continua a mesma: julho de 2013, mesmo mês da final da Copa das Confederações.

A ampliação custará R$ 87,5 milhões. O terminal passará de 5,4 mil m² para 13,2 mil m², aumentando a capacidade de 1,6 milhão de passageiros por ano para 2,8 milhões.

O Marechal Rondon, no entanto, já opera no limite. Em 2009, 1,67 milhão de pessoas utilizaram o aeroporto, número que chegou a 2,13 milhões em 2010.

Viracopos
Em Campinas, após o lançamento do edital das obras, ocorrido na sexta-feira (28), a abertura das propostas foi marcada para o dia 15 de março, na sede da Infraero, em Brasília.

A empresa que vencer a concorrência internacional terá 24 meses para concluir o projeto. De acordo com o cronograma divulgado pela Infraero, a obra deve começar em dezembro deste ano --cinco meses após primeiro prazo anunciado (julho de 2011).

O terminal de Campinas será ampliado de 25,2 mil m² para 58,5 mil m² e terá capacidade de 11 milhões de passageiros anuais. Hoje, cinco milhões de usuário passam pelo aeroporto. A capacidade, porém, é de apenas 3,3 milhões de pessoas.

A obra está orçada em R$ 823 milhões. Os terminais custarão R$ 737 milhões. O módulo operacional, estrutura temporária para evitar superlotação, custará R$ 2,9 milhões.

Também estão previstos no projeto a construção de um edifício-garagem, um sistema viário de acessos, um pátio de estacionamento de aeronaves e um hotel com centro de convenções.





 
nosso time
realização
Sinaenco - Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva
tecnologia e criação
XY2 | Agência Digital
hosting
Telium Networks
segurança da informação
LSI TEC - Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico
 
patrocínio
Gerdau
 
apoio
ArcelorMittal
 
Resolução Mínima de 1024x768 - © Copyright 2009 portal2014.org.br Todos os direitos reservados.