Este Portal é uma iniciativa do Sinaenco, não tendo qualquer ligação com a Fifa e suas atividades
bullet Notícias

Arquitetos divulgam imagens do estádio do Corinthians em Itaquera

Fachada nas cores do Corinthians remetem a código de barras (crédito: Castro Mello Arquitetos)
Tamanho da letra
Rodrigo Prada/Rafael Massimino - São Paulo
postado em 04/08/2010 13:29 h
atualizado em 07/09/2010 11:25 h

O Portal 2014 obteve em primeira mão imagens da nova arena do Corinthians no bairro de Itaquera, zona leste de São Paulo. O projeto foi apresentado na manhã de hoje (4) ao presidente alvinegro Andrés Sanches, na sede do clube.

O design moderno do estádio prevê capacidade de 55 mil torcedores, número insuficiente para sediar a abertura da Copa em São Paulo. Mas segundo o arquiteto Eduardo de Castro Mello, coautor do projeto ao lado de Vicente de Castro Mello, a arena pode chegar a 65 mil assentos através da instalação de arquibancadas modulares ou ampliação do projeto, atingindo a meta mínima para o jogo de estreia.

Após o veto ao Morumbi, a capital paulista busca um estádio para a Copa. Fifa e COL/2014 (Comitê Organizador Local) desejam a abertura em São Paulo, mas contam com opções que não comportam o evento, como o Palestra Itália e o Pacaembu.

Código de barras
A fachada do estádio faz referência ao código de barras, uma associação à força da “marca registrada” Sport Club Corinthians Paulista. “Como tem a Lei Cidade Limpa [que proíbe publicidade em locais públicos], a gente resolveu fazer em outra linguagem”, diz Eduardo. O símbolo do clube será exposto em um totem de cerca de 50m de altura.

As listras pretas da fachada conterão painéis fotovoltaicos embutidos para a geração de eletricidade. Já as áreas brancas serão perfuradas para permitir iluminação e ventilação naturais.

A área de implantação da nova arena fica a cerca de 500m da estação Corinthians-Itaquera de trem (CPTM) e metrô (linha 2-vermelha). O terreno foi cedido ao clube pela prefeitura na década de 70. O entorno comporta 5.095 vagas de estacionamento e espaço de 80 mil m2 para as vilas de hospitalidade da Fifa.

Área de implantação a 500m do metrô e ao lado de futura escola técnica (crédito: Castro Mello Arquitetos)

Proposta
A novo estádio está orçado em R$ 400 milhões. Os projetos seriam elaborados em oito meses e a construção levaria dois anos.

Entra como investidor o Grupo Advento, do empresário Juan Quirós, que reúne as empresas Serpal (construção civil), VOX (instaladora) e Vecotec (ar-condicionado).
Pela proposta, o Advento exploraria por 10 anos a receita de 20 mil cadeiras cativas, 400 camarotes para 12 torcedores cada e direitos sobre o nome (naming rights). Durante o período, o Corinthians ficaria com o total das receitas de bilheteria, diretos de televisão e propaganda.

Também teria participação em receitas menores, como de estacionamento, eventos, e aluguéis. Ao final do contrato, o estádio seria entregue ao clube com R$ 200 milhões em caixa.

Estádios
O Castro Mello Arquitetos desenvolve o projeto do Estádio Nacional Mané Garrincha, futuro palco da Copa de 2014 em Brasília (veja imagens). Além disso, a empresa já havia elaborado um projeto de estádio para o Corinthians, no mesmo terreno, com quase 200 mil assentos entre as décadas de 70 e 80.





 
nosso time
realização
Sinaenco - Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva
tecnologia e criação
XY2 | Agência Digital
hosting
Telium Networks
segurança da informação
LSI TEC - Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico
 
patrocínio
Gerdau
 
apoio
ArcelorMittal
 
Resolução Mínima de 1024x768 - © Copyright 2009 portal2014.org.br Todos os direitos reservados.