Este Portal é uma iniciativa do Sinaenco, não tendo qualquer ligação com a Fifa e suas atividades
bullet Notícias

"Discriminação não faz parte do nosso DNA", afirma presidente do COI

No Rio de Janeiro, Thomas Bach afirma que não irá aceitar casos de intolerância nas Olimpíadas

Thomas Bach está no RJ avaliando as obras para Rio-2016 (crédito: Elza Fiúza/ Agência Brasil)
Tamanho da letra
Da redação
postado em 26/02/2015 13:18 h
atualizado em 27/02/2015 12:33 h

Um velho problema no esporte mundial terá atenção especial nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Motivo de frustração entre atletas, técnicos, dirigentes e, principalmente, espectadores, o racismo será observado de perto. A garantia foi dada nesta semana, pelo presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), na cidade maravilhosa. Ele fez questão de lembrar os incidentes ocorridos nos Jogos de Inverno em 2014, em Sochi, na Rússia.

"Para o COI e para os Jogos Olímpicos, a não discriminação faz parte do nosso DNA. O esporte e as Olimpíadas são a única área da vida humana em que somos todos iguais. A discriminação não só é triste como não é aceitável nas Olimpíadas. Sempre tivemos muita clareza quanto a esse termo. Não só de raça quanto de orientação sexual. Tivemos desafios, há dois anos, na Rússia, tivemos que obter garantia do governo de que uma certa lei não se aplicaria aos Jogos Olímpicos e participantes dos Jogos. Temos isso muito claro", disse Thomas Bach.

Thomas Bach ressaltou que qualquer evento que envolva competidores e racismo será punido de forma simples: exclusão do atleta dos Jogos. Para o presidente do COI, a entidade não pode ceder quando o assunto é a discriminação dentro do esporte.

"Para ser bem objetivo. Se um atleta durante os Jogos demonstrasse atitude de racismo, temos uma comissão disciplinar que lida com essas questões. Esse atleta, não tenho dúvidas, seria enviado para casa no mesmo dia. Ele ou era não seria aceito novamente nas Olimpíadas e seria desqualificado de tudo. Nenhuma sombra de dúvida. Porque a não discriminação é nosso pilar. Não tem como ceder um milímetro", completou Bach.





 
nosso time
realização
Sinaenco - Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva
tecnologia e criação
XY2 | Agência Digital
hosting
Telium Networks
segurança da informação
LSI TEC - Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico
 
patrocínio
Gerdau
 
apoio
ArcelorMittal
 
Resolução Mínima de 1024x768 - © Copyright 2009 portal2014.org.br Todos os direitos reservados.