This Portal is an initiative of the Sinaenco, having no connection with FIFA and / or its activities
Host cities bullet Natal
Natal
Host cities
Natal

Conhecida como “Cidade do Sol”, Natal começa sua história com a construção pelos portugueses da “Fortaleza dos Reis Magos” em 6 de janeiro de 1598 (Dia dos Reis Magos). Três décadas depois, em 1633, a fortaleza é ocupada pelos holandeses, quando a cidade ganha o nome de Nova Amsterdã até 1654. quando voltou ao domínio português. Belas praias e dunas atraem turistas do Brasil e de todas as partes do mundo.


bullet Últimas notícias
Arena das Dunas anticipates step

With bleacher steps, work reaches 33%

» More news
FIFA chooses World Cup volunteers

Selection begins on June 30 on the internet

FIFA defines the 12 fan fests

List was released on this Friday

Castelão holds the lead

Ceará Stadium continues as the more advanced

Only 2% of funds have turned into projects

The terminal in São Gonçalo do Amarante

Some 25 thousand laborers pledge a strike


Quem é quem

Nomes, cargos e currículos de todos os executivos responsáveis pelo êxito (ou fracasso) da Copa de 2014.

» Leia mais!
Desafios da cidade

A principal questão é como sustentar o estádio após a Copa

» Leia mais!


bullet Andamento das Obras
 
Status da obra:
Verde

Montagem das arquibancadas superiores segue nos setores leste e oeste


Licitação foi concluída em 11 de março de 2011, com a escolha da construtora OAS para realizar as obras e gerenciar o estádio. Para isso a empresa contará com o apoio da Amsterdam Arenas. O projeto básico foi concebido pela empresa internacional Populous Architects. Licitação definiu o prosseguimento do projeto executivo. Arquibancadas flexíveis permitirão remover parte dos 45 mil assentos do estádio.

Custo: R$ 350 milhões
Contrato: PPP (20 anos de concessão)
Construtora: OAS

Ficha técnica


Ficha Técnica
Área do terreno:450.000 m²
Área construída:412.000 m² - 122.000 m² (arena); 290.000 m² (centros administrativos)
Início do projeto:2008
Arquitetura:Populous Architects
Início das obras:junho de 2011
Conclusão das obras:2013
Construção:OAS
Projeto básicoR$ 13 milhões
Instalação das vigasApós a conclusão da terraplenagem, construtora OAS começa instalação das vigas que sustentarão superestrutura do estádio
Mobilidade Urbana
 
Reestruturação da Av. Eng. Roberto Freire - RN
Status da obra:
Vermelho

Obra não vai ficar pronta para a Copa e já foi excluída da Matriz de Responsabilidades


O projeto para adequação da capacidade e dos níveis de serviço da RN-063, conhecida como Av. Engenheiro Roberto Freire, faria com que a via passasse a ter dez faixas, sendo cinco em cada sentido. Túneis e passarelas para pedestres seriam construídos, do viaduto de Ponta Negra até a entrada do Conjunto de Ponta Negra. 

A obra, no entanto, foi retirada da Matriz de Responsabilides da Copa em dezembro de 2012. É que o governo potiguar admitiu que não haveria prazo suficiente para entregar a reestruturação até 2014, e, portanto, migrou a obra para o PAC Mobilidade das Grandes Cidades.

Custo: 221,7 milhões
Prazo: maio de 2014
Construtora: Thenge Engenharia LTDA



A cargo da prefeitura, obras devem começar apenas em junho de 2013

Status da obra:
Amarelo


Aeroportos
 
Aeroporto São Gonçalo do Amarante
Status da obra:
Verde

Primeira etapa da obra (pistas e pátios) está 57% pronta; segunda etapa foi 2% executada


Projetado para ser o maior aeroporto da América Latina e o sétimo maior do mundo, São Gonçalo do Amarante vem sendo pensado desde 2007 para a Copa do Mundo; mas só em 2009 as obras efetivamente começaram. 

Os trabalhos são divididos em duas partes. Da primeira etapa, cuida a Infraero. Da segunda, fica responsável o consórcio Inframérica, formado pela construtora Engevix do Brasil e pela empresa argentina Corporación América, vencedor da concessão.

Primeira fase: desmatamento, terraplanagem, pavimentação, drenagem, proteção vegetal, implantação dos sistemas de pistas e e pátios e infraestrutura dos sistemas de auxílio e proteção ao vôo (Infraero).
Conclusão:
novembro de 2013 

Segunda fase: construção do terminal de passageiros, sistema viário de acesso e obras complementares (concessionária).
Conclusão: junho de 2014

Custo: R$ 792,55 milhões (Infraero: R$ 174,44; Concessionária: R$ 618,11 milhões)
Contrato: público-privado

Galeria de fotos



 
our team
production
Sinaenco - Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva
technology and creation
XY2 | Agência Digital
hosting
Telium Networks
information security
LSI TEC - Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico
 
sponsorship
Gerdau
 
support
ArcelorMittal
 
Minimum resolution 1024x768 - © Copyright 2009 portal2014.org.br All rights reserved.