Este Portal é uma iniciativa do Sinaenco, não tendo qualquer ligação com a Fifa e suas atividades
Cidades-Sede bullet Manaus
Manaus
Cidades-Sede
Manaus

Muita natureza e prédios históricos compõem a paisagem da capital amazonense, ponto de partida para passeios ecológicos que apresentam a floresta Amazônica. Parques ecológicos, passeio de barco até o encontro dos rios Negro e Solimões, trekking na mata agradam os turistas mais radicais, enquanto museus e o Teatro Amazonas cuidam da diversão daqueles que preferem algo mais tranquilo.

Ficha técnica

Ficha Técnica
Altitude92 metros
Área11.400 km²
Densidade150,2 hab/km²
EstadoAmazonas
IDH0,774
Número leitos:4 mil (ABIH)
PIBR$ 38,1 bilhões
População1.802.525 hab (IBGE 2010)
Rede hospitalar464 estabelecimentos de saúde
bullet Últimas notícias
Arena da Amazônia: cobertura pronta

Obras do estádio chegou à marca de 90%

» Mais notícias
Arena da Amazônia atinge 88%

Cobertura terá todas as peças nesta semana

Arena da Amazônia marca 86%

Iniciada instalação da membrana da cobertura

Infraero abre nova área em Manaus

Aeroporto ganha 685 vagas de estacionamento

Estádio já recebeu 11 mil assentos

Portal 2014 analisa todas as obras da Copa

Imagens mostram as frentes de trabalho


Quem é quem

Nomes, cargos e currículos de todos os executivos responsáveis pelo êxito (ou fracasso) da Copa de 2014.

» Leia mais!
Desafios da cidade

Atender adequadamente aos turistas durante e após o evento é o desafio da capital do Amazonas

» Leia mais!


bullet Andamento das Obras
Arena da Amazônia
 
Status da obra:
Verde

Montagem da cobertura foi iniciada em julho, com conclusão prevista para outubro


Nova arena substituirá o estádio Vivaldo Lima (Vivaldão), no centro de Manaus. O projeto é de autoria do escritório alemão GMP e inspira-se em elementos da cultura, fauna e flora amazonenses. A capacidade é de 44.310 pessoas.

Custo
: R$ 605 milhões
Contrato: público
Construtora: Andrade Gutierrez

Ficha técnica


Ficha Técnica
Nome oficial:Arena Amazônia / Estádio Vivaldo Lima
Construção:Andrade Gutierrez
Área do terreno:84.000 m²
Área construída:170.000 m²
Área do estacionamento:154.000 m²
Início do projeto2008
Início das obras:2010
Conclusão das obras:2013
ArquiteturaVon Gerkan, Marg und Partners (GMP) - Volkwin Marg, Hubert Nienhoff e Martin Glass (autores); Martin Glass (gerente de projeto), Ralf Amann e Florian Schwarthoff (GMP Brasil); Ausias Lobatón Ortega, Nicolai Reich, Stefan SaB, Sônia Taborda, Helge Lezius, Florian Schwarthoff; Konstanze Erbe, Cláudio Aceituano Husch, Martin Krebes e Dirk Peissl (estudo conceitual); Maike Carlsen, Heige Lezius, Fabian Kirchner, Sophie-Charlotte Altrock, Silke Flassnöcker; Florian Schwarthoff, Veit Lieneweg, Lucia Martinez, Juliana Kleba, Lieselotte Decker, Barbara Düring e Stephanie Eichelmann (projeto básico)
Arquitetura - Projetos ComplementaresGrupo Stadia - Danilo Carvalho (desenvolvimento); Eduardo Guilger, Izabela Hazek, Marcelo Rios, Vinicius Oliveira e Danilo Cosenza (colaboradores).
Estrutura e cobertura:Schlaich Bergermann und Partners
Instalações:Bechthold
Lighting design:Conceptlicht Angerer, Taunreut.
Projeto básicoR$ 14,95 milhões
Mobilidade Urbana
 
Monotrilho Norte/Centro - AM
Status da obra:
Vermelho

De acordo com a nova Matriz de Responsabilidades, obra não será mais executada para a Copa


O monotrilho terá duas linhas: Norte-Centro e Leste-Centro. Obra foi licitada em março de 2011. No entanto, por conta de irregularidades no edital e falhas nos projetos básicos, TCU e CGU pediam a realização de um novo processo licitatório, o que não ocorreu.

O estado manteve a licitação antiga e assinou o contrato em janeiro de 2012. Sem sair do papel faltando pouco tempo para a Copa do Mundo, o governo do Amazonas acabou solicitando a exclusão do monotrilho dos planos da Copa do Mundo, procedimento que já consta na nova versão da Matriz de Responsabilidades (dezembro de 2012).

Custo: R$ 1,554 bilhão
Contrato: público (estado do Amazonas)
Construtora: Consórcio Monotrilho Manaus (CR Almeida, Mendes Júnior e Scomi)

Galeria de fotos


De acordo com a nova Matriz de Responsabilidades, obra não será mais executada para a Copa

Status da obra:
Vermelho


Aeroportos
 
Aeroporto Brigadeiro Eduardo Gomes
Status da obra:
Verde

Obras já estão 55% prontas e seguem o cronograma, diz a Infraero


Reforma e ampliação do terminal de passageiros e adequação do sistema viário.
Conclusão: dezembro de 2013.

Custo: R$ 327,4 milhões
Contrato: público (Infraero)




bullet Atrações Turísticas
Mercado Municipal
Encontro das Águas
Teatro Amazonas
 
nosso time
realização
Sinaenco - Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva
tecnologia e criação
XY2 | Agência Digital
hosting
Telium Networks
segurança da informação
LSI TEC - Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico
 
patrocínio
Gerdau
 
apoio
ArcelorMittal
 
Resolução Mínima de 1024x768 - © Copyright 2009 portal2014.org.br Todos os direitos reservados.